Como é ter seis cães em um apartamento?


Ter cinco (+ um lar temporário, Azuki) cães já causa espanto na maioria das pessoas. E ter todos eles dentro de um apartamento? A pergunta mais comum no nosso dia-a-dia, depois do espanto inicial, é como lidamos com tantos animais. Lembrando que além dos cães, somos pais de quatro mini coelhinhos, mas eles têm um quarto exclusivo só deles e não tem acesso total pela casa, por segurança.
Primeiro, o apartamento não pode ser pequeno. Quando saímos de São Paulo, procuramos por um imóvel maior e que eles pudessem ter espaço para brincar, correr e o principal, descansarem em um cantinho calmo que fosse da escolha de cada um. Por exemplo, nem sempre o Cookie está disposto a encarar horas de brincadeira com a Jujuba e então ter muito espaço dentro do apartamento era um fator imprescindível para que o descanso dele e a brincadeira dela pudessem acontecer, ao mesmo tempo, sem estressar ninguém.
Eu sei que uma casa seria uma solução perfeita já que somos uma família grande, porém eu não estou preparada ainda para essa fase da vida. Infelizmente sabemos a condição da nossa cidade e sabemos que os roubos são frequentes e por muitas vezes, inevitável. E se porventura, algum dos meus fossem roubados em algum assalto, eu certamente surtaria.
Ai entra um pouco de sorte e adestramento. Os nossos meninos são extremamente calmos. Eles vieram castrados do canil e isso facilitou MUITO na convivência entre eles. A nossa preocupação, sempre, fica entre as meninas. Tanto a Mel quanto a Jujuba são bastante territorialistas e ciumentas e confesso que isso já gerou algumas brigas que estamos corrigindo com adestramento!
Pelo fato da gente não ter a rotina de passeios diários nas ruas, o espaço, novamente, é fator importante nas nossas vidas. Eles são cães de pequeno porte, porém precisam gastar suas energias e por termos bastante espaço, essa questão é resolvida com facilidade.
Muita gente me pergunta se realmente vale a pena dar uma companhia para seu cão. E por mais que eu seja super suspeita a dizer isso... SIM, VALE MUITO A PENA
Pode doer escrever e ler isso, mas para os nossos cães, por mais que a gente os trate como filhos, uma companhia entre a mesma espécie é totalmente diferente e no meu ponto de vista, é extremamente importante. Além do cão se socializar, conseguem gastar melhor suas energias e não sentem tanto a nossa ausência.
No meu caso, eu trabalho em casa e fico pouquíssimas horas longe deles. Mas eu sei que não é a rotina da maioria das pessoas e por isso que eu indico mais ainda a ter mais de um cão em casa. 
Porém, há alguns fatores a serem pensados antes de sair comprando ou adotando um outro animal. Primeiro, os custos aumentam consideravelmente, principalmente com vacinação. E no caso de ter 3 ou mais cães, que é o meu caso, as viagens ficam cada vez difíceis de acontecer. Não digo pelo custo de hospedagem e sim porque quase não há opções de hotéis e pousadas que aceitem mais de 2 cães por quarto. Além das companhias áreas que aceitam, normalmente, apenas 2 cães por voo e apenas 1 cão por pessoa.
Há também a hipótese do cão primogênito rejeitar a presença do novo amigo e isso gerar custos com adestramento. 
Eu não troco a minha vida de mãe de 5 + 1 + 4 por nada. A gente acaba se privando de algumas coisas, confesso, porém o amor e a alegria que eles nos trazem recompensa qualquer privação.
Espero que nosso relato tenha ajudado quem pensa em ter mais de um.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Dani Sato | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.