Fui mamãe de novo!

Sim, eu fui mamãe de novo! Foram quatro meses de espera para a chegada da nossa caçulinha, Jujuba.  

Vocês devem já saber que eu encaro o título de mãe de pet super a sério, não é mesmo? Resumindo para ninguém ficar boiando, eu não posso ser mãe de humanos e então meus "bichos" são como meus filhos e os trato como tais. 

Eu e meu marido tivemos uma conversa sobre as chances de uma gravidez, optamos pela minha saúde e não pela inseminação. Dizer que não fiquei abalada é mentira. Amargurei algumas semanas de depressão, mas nada como o tempo, família e amigos para cicatrizar as feridas. 

Eu sempre quis uma menina para encher de lacinhos (me julguem). Infelizmente a nossa princesa Mel não aceita por não ter muita pelagem. E comecei a procurar por canis. Confesso que a procura pela Jujuba foi como uma terapia. Eu quis conhecer o trabalho de outros criadores além do canil dos meninos. E para a minha agradável surpresa, encontrei vários que me conquistaram. Mas eu estava decidida que eu queria uma menina muito parecida com o Cookie. Só estava indecisa, beeeeeeeem indecisa quanto a cor. 

 Apesar da procura ser praticamente uma terapia, eu acabei me cansando um pouco. Eu não estava encontrando uma que realmente me fizesse perder o fôlego. Eu sempre fui da opinião de que na verdade quem nos escolhe são eles. Não adianta programar nada porque sai tudo diferente. Pois é. Eu sempre tive muito receio de ter um cão branco por causa das lágrimas ácidas e porque "suja" muito. De início, a nossa nova filha se chamaria Clara. Viu como sai tudo totalmente diferente? A Clara é Jujuba e sim, é branca/creme. Como ela ainda não fez a troca de pelagem, não podemos dizer que ela é branca. Apesar da mamãe aqui achar que ela é branquinha como neve! 

Quando eu já tinha desistido de procurar, a Vera do canil Bosniac Poms surgiu na minha vida. Conversas, muitas conversas por whatsapp. Muitas mesmo. E então, aos poucos, vimos que a nossa caçulinha nasceu ali, naquele canil. Toda semana, a Vera me manteve super informada de tudo. Me esclareceu muitas dúvidas, aguentou pacientemente a minha ansiedade e sim, me mandou muitas fotos para que pudéssemos acompanhar o crescimento da nossa filha.

E isso fez toda a diferença nas nossas vidas. TODOS estavam muito ansiosos pela nossa caçula. Meus pais, minha irmã, minhas amigas. Quem realmente nos ama, acompanha a nossa vida e vibra com cada conquista. Por mais que alguns ainda achem exagero ter tanto cachorro, mas eu sei que entendem que a minha felicidade é o mais importante. 

Eu nem tinha conhecido a Jujuba ainda e ela me ajudou a superar a perda da nossa coelhinha, também caçula, Milk. Foi um dos momentos que eu achei que iria perder totalmente o rumo, mas a Vera sempre aparecia nos momentos mais críticos com uma ou outra foto que tranquiliza e amenizava aquela dor que sufocava.

A Jujuba já está em casa conosco. A adaptação ainda está acontecendo (e isso será em outra postagem) e eu não tenho palavras para descreve-la. Assim como não tenho como agradecer por toda atenção, carinho, dedicação e profissionalismo da Vera Bosniac. Eu apenas conhecia o trabalho dela por fotos, mas hoje eu posso garantir com todas as letras que é uma das melhores criadoras do Brasil. 

Ela não só realizou o meu sonho como me proporcionou um dos melhores momentos da minha vida como mãe de pet. Sempre muito delicada, a Vera nos conquistou! E para quem tem interesse em Spitz Alemão/Lulu da Pomerânia, entre em contato com ela. Eu garanto que você não vai se arrepender. 

A Juju já tem rede social. Quem tiver instagram e quiser acompanhar o crescimento dessa bolinha de neve é só seguir: @jujuba_pom. 

Meu muito obrigada também ao meu marido, claro. A minha família que esteve ao meu lado, ansiosos, pela chegada da caçula. E aos amigos que me aguentaram... sei que não foi fácil lidar com a minha ansiedade e mil e uma fotos e laços. E as dindas mais lindas do mundo, Yolanda e Camilla.


Um comentário:

  1. Jujuba a princesinha mais esperada! Cada dia mais linda, não vejo a hora de conhecer ❤️

    ResponderExcluir